1. SKIP_MENU
  2. SKIP_CONTENT
  3. SKIP_FOOTER
  • Stock Car 2014
  • Stock Car 2014
Stock Car 2014

Stock Car 2014

Stock Car 2014

Stock Car 2014

Previous
Next

Prati-Donaduzzi desenvolve projeto voltado às gestantes

A Prati-Donaduzzi iniciou na segunda-feira (9) as atividades do Programa Gestação Segura. Ao todo, 39 gestantes - entre colaboradoras e esposas de funcionários – participam do projeto, que será realizado até 14 de julho, nas dependências da empresa. Os encontros acontecem nas segundas e quartas-feiras, no período da tarde. O Gestação Segura é o programa mais antigo da indústria farmacêutica e atende anualmente cerca de 120 gestantes.
Durante o programa as futuras mamães recebem orientações sobre maternidade e relação com o recém-nascido. Os temas trabalhados nos encontros buscam abranger o universo da gestante e do bebê, sendo: Maternidade e Paternidade; Aspectos Psicossociais; O milagre da vida; Postura adequada e exercício físico; Técnicas de primeiros socorros; Saúde bucal da gestante e do bebê; Nutrição da gestante e do bebê; Direitos da gestante no trabalho; Direitos da gestante na sociedade; Aleitamento materno; Parto e Pós-parto; Técnicas de relaxamento para bebês – Shantala; Cuidados com o recém-nascido e Quem ama Educa.
Para a assistente social da Prati-Donaduzzi, Maria Rita Pozzebon, a expectativa é de que as gestantes da segunda turma do ano participem de todos os encontros. “Esperamos que elas aproveitem ao máximo o curso, objetivando o conhecimento e as trocas de experiências”, destaca.

Prati-Donaduzzi recebe Selo ODM pelo quarto ano consecutivo

A Indústria Farmacêutica Prati-Donaduzzi recebeu na quarta-feira, 4 de junho, o certificado ODM – Objetivos de Desenvolvimento do Milênio. Este é o quarto ano decorrente em que a empresa é contemplada com o selo válido para o biênio 2014/2015. A solenidade de entrega aconteceu em Curitiba (PR), durante o Seminário Estadual de Lançamento da 6ª edição do Prêmio ODM Brasil.
O selo é destinado às empresas como reconhecimento pelos projetos sociais desenvolvidos para combater a pobreza e a miséria, segundo regras estabelecidas pela ONU – Organização das Nações Unidas. Todos os projetos de Responsabilidade Social da Prati-Donaduzzi estão contemplados com o selo ODM, em especial as iniciativas Gestação Segura, Recomeçar, PID Prati/Fasul e Prati Comunidade.
Cada programa possui objetivos específicos com bases voltadas para o desenvolvimento, saúde e bem-estar das pessoas, explica Maria Rita Pozzebon, responsável pelo departamento de Responsabilidade Social da Prati-Donaduzzi. “A empresa acredita que por meio de ações sociais proporcionamos melhoria na qualidade de vida das pessoas e, por isso, a cada ano renovamos os projetos com maior dedicação apoiando nossos colaboradores e a comunidade”, diz Maria Rita.

PROGRAMAS
O Gestação Segura é um curso voltado às gestantes da empresa e às esposas de colaboradores que visa oportunizar ensinamentos às futuras mamães. O programa está diretamente ligado ao 5º Objetivo de Desenvolvimento do Milênio, que se refere à melhora da saúde materna.
O PID visa promover a iniciação profissional de adolescentes e jovens e prepará-los para o mercado de trabalho por meio de treinamentos de informática. Por isso, contempla o 2º ODM, que está ligado a oferecer educação básica de qualidade para todos.
O projeto Prati Comunidade foi criado para informar e conscientizar mulheres de 18 a 60 anos com temas relacionados à qualidade de vida, por meio de uma parceria com a Pastoral da Criança. A prática baseia-se no 4º objetivo do milênio, que visa reduzir a mortalidade infantil, e busca a aproximação da empresa com a comunidade.
Além disso, há o Projeto Recomeçar que está voltado às detentas da 20ª Subdivisão Policial de Toledo e tem como finalidade proporcionar às mulheres o acesso à profissionalização. Esta ação está ligada ao 3º ODM, que fala sobre a igualdade entre os sexos e valorização da mulher.
Maria Rita destaca que receber o certificado pelo quarto ano consecutivo é uma forma de demonstrar que a Prati-Donaduzzi é uma empresa inovadora e preocupada com todos. “A empresa sente-se honrada por receber este selo pelo quarto ano sucessivo, isso revigora nosso comprometimento com a saúde e o bem-estar de pessoas, não só de seus colaboradores, mas também com a comunidade como um todo”, declara.
Os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio foram definidos em 2000, durante a reunião de Cúpula da ONU, na qual líderes de 189 países assinaram um pacto para eliminar a fome e extrema miséria até 2015. São oito metas socioeconômicas que abrangem as áreas de geração de renda, educação, gênero, saúde e meio ambiente.

Estudantes da PUCPR e Unioeste participam de aula prática no Centro de Educação Profissional

Estudantes do curso de Farmácia da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), Campus Toledo, e da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), Campus Cascavel, participaram na sexta-feira (30) de uma aula diferente no Centro de Educação Profissional da Prati-Donaduzzi (CEP) - antiga incubadora industrial.
Os futuros farmacêuticos do 5º ano da PUCPR tiveram uma aula prática de Cromatografia Líquida de Alta Eficiência (HPLC), com o professor Rodrigo Bressan. “Estamos aprendendo na prática o que estudamos na teoria e poder manusear os equipamentos que existem na indústria está sendo uma experiência incrível”, revelou a aluna Vanessa Lira.
Na oportunidade, os estudantes foram acompanhados pela doutora em Ciências Farmacêuticas, a professora Inara Prochnau. “Os alunos precisam ter essa prática, que é fundamental, pois não temos esses equipamentos na universidade devido ao alto custo. Essa vivência os prepara para o estágio e também para o mercado de trabalho”, destacou.

Unioeste
Já os estudantes do 5º ano da Unioeste (30 estudantes – 15 no período da manhã e 15 à tarde) participaram de uma aula prática de Tecnologia Farmacêutica, onde puderam preparar e envasar uma pomada. Segundo o coordenador de estágio de Farmácia da Unioeste, professor Elcio José Bunhak, com a parceria estabelecida entre a universidade e a indústria farmacêutica os estudantes têm a oportunidade de colocar em prática o que aprenderam em sala de aula. “Os alunos têm contato com os equipamentos industriais e são treinados por profissionais qualificados. Essa prática é fundamental para a formação deles e os prepara para a realidade do mercado”, explicou.
De acordo com a responsável pelo CEP, Rubia Porsch, a finalidade é aproximar a empresa da universidade. “Além de proporcionarmos essa vivência da prática é uma oportunidade de desenvolvermos talentos”, frisou.
Além da PUCPR e Unioeste, a Prati-Donaduzzi também estabeleceu recentemente uma parceria com a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Campus Toledo, para aulas práticas do Curso de Processos Químicos.